Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
Female manager stands addressing team at board meeting Mercado - Postada em: 13/03/2019

5 lições que uma startup do setor imobiliário liderada por uma mulher pode deixar para o mercado

Como o mercado imobiliário, tradicionalmente masculino, pode aprender com uma liderança feminina e se diferenciar, sendo de uma startup ou não.

No ramo imobiliário, tradicionalmente dominado por homens engravatados, corretores e construtores, a mulher busca também por seu espaço. E não estamos falando só de corretoras, que hoje, passa de 32%, totalizando mais de 89.600 do total de 280 mil corretores em todo Brasil segundo dados do COFECI (Conselho Federal dos Corretores de Imóveis) e vem aumentando gradualmente, em muitas imobiliárias já são absoluta maioria. Estamos falando de lideranças femininas que vem trazendo uma nova visão administrativa e política para esse mercado tão fechado e visto até com maus olhos por ter ações não muito abertas e até machistas. Mas há esperança: mulheres como a líder da Klikey – primeira plataforma de mktplace imobiliário – traz 5 lições que podem ajudar nessa transição.

1. Elas sabem transformar recursos em rendimentos

Startups fundadas por mulheres recebem muito menos investimento que as criadas por homens. Ainda assim, as empresas lideradas por elas dão um retorno maior em receita no longo prazo do que as comandadas por eles. Essa é a conclusão de um novo estudo realizado pelo Boston Consulting Group (BCG), em parceria com a MassChallenge. Em longo prazo, elas geraram maior receita, apesar do baixo investimento inicial. Segundo o BCG, as companhias cofundadas por mulheres geraram 10% mais em renda acumulada num período de cinco anos: foram US$ 730 mil contra US$ 662 mil, no caso dos homens. Na Klikey, a líder Cláudia Lopes usa os recursos que tem ou que obteve desde o início para gerar seus rendimentos e surpreende a cada mês o mais experiente dos investidores.

2. Ela acredita na capacitação do time

A capacitação constante, item essencial ao sucesso em qualquer profissão também é levado muito a sério no universo feminino. As mulheres são presença certa nos cursos oferecidos no setor, buscando o entendimento profundo do cliente, mercado e produto vendido, valorizando assim o conhecimento teórico, assim como o prático. No caso da Klikey- primeira plataforma e marketplace imobiliário do Brasil – a líder Cláudia Rosa Lopes busca aprimoramento próprio e da equipe, sempre inserindo cursos e vivências que vão agregar no atendimento ao cliente final e parceiros.

3. Abrir mão de benefícios que só visam lucros

A busca incansável para atender melhor seu cliente e oferecer o melhor serviço pelo menor custo é uma das metas de Cláudia Lopes na Klikey. Oferecer o que o mercado não oferece, buscar melhores preços, mais descontos, menos comissões e ainda oferecer o melhor atendimento é a sua meta. Ela já chegou a negociar descontos nunca discutidos no mercado imobiliário, oferecer sua comissão em troca de descontos para o cliente, e ser surpreendida com o questionamento dos motivos que a levaram a pensar assim, “Acredito que só mudaremos o mercado quando mudarmos o nosso comportamento” afirma Claudia.

4. Buscar parcerias além do óbvio

Ter a visão de que o cliente é seu parceiro e não apenas uma fonte de renda, mas toda a diferença. Buscar por parceria que está fora do mercado mas que vai agregar ao negócio e na própria gestão da startup faz todo o sentido. Estar envolvido com parceiros do mesmo mercado é importante, mas se envolver com outros nichos de negócios, buscar experiências faz parte da rotina da Cláudia, que busca para Klikey sempre agregar comportamentos e pessoas que vão ajudar no crescimento da empresa.

5. Gerir o negócio com apoio em uma causa

Talvez essa seja a mais feminina das lições. A figura da Cláudia Lopes é muito conhecida e ligada as causas das mulheres empreendedoras, investidoras-anjo e até das mulheres na tecnologia e ela sempre está levando o nome da Klikey onde passa. Ela participa voluntariamente de bancas avaliadoras de eventos de startups, universidades, grupos e principalmente como mentora de outros tipos de negócios. Segundo ela, isso amplia sua visão de mercado e ainda traz ideias e inovações para o seu próprio negócio.

Sua liderança hoje é sentida como uma alavanca tanto para o seu time como para a empresa Klikey. A empresa não para de crescer, só no último ano, registrou mais de 2 700 imóveis em todo o Brasil, um aumento de mais de 150 % comparado a meta do início do ano, além de ter conquistado importantes parceiros de grande nome no mercado e já é vista com um investimento atraente aos olhos de investidores do mercado imobiliário e de tecnologia.

Cláudia Lopes , líder da Klikey/ Divulgação
Cláudia Lopes , líder da Klikey/ Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

 

 www.klikey.com.br

Foto destacada : @istock/monkeybusinessimages