Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
Caixa Financiamento - Postada em: 09/10/2019

Caixa reduz juros do crédito imobiliário com recursos da poupança

Novas taxas são válidas para financiamentos com saldo devedor corrigido pela taxa referencial

Líder no mercado de crédito imobiliário, com 69% de participação desse mercado, a Caixa Econômica anunciou a redução de até 1 ponto percentual (pp) das taxas de juros para os financiamentos para compra de imóveis com recursos da poupança pelo SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo).

O corte se aplica para créditos com saldo devedor atualizado pela TR (taxa referencial) no âmbito do SFH (Sistema Financeiro de Habitação) e do SFI (Sistema Financeiro Imobiliário). A taxa efetiva mínima para imóveis residenciais será de TR + 7,50% ao ano (a.a.), com taxa máxima de TR + 9,50% a.a. Os juros passam a valer a partir da próxima segunda-feira (dia 14).

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o banco reforça o seu compromisso em facilitar o acesso à moradia, seja ajustando a taxa do crédito imobiliário corrigida pela TR ou corrigida pela inflação oficial, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), modalidade esta anunciada recentemente pelo banco.

A Caixa, como o banco da habitação e banco de todos os brasileiros, procura dar as melhores condições e alternativas para os clientes realizarem o sonho da casa própria”, acentua Guimarães. Além disso, segundo o executivo, a redução das taxas de juros constitui um importante multiplicador econômico para todo setor da construção civil, pelos seus efeitos geradores de emprego e renda que são fortalecidos pela instituição.

               TAXAS DE JUROS EFETIVAS DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO

SBPE

TR +

IPCA +

Mínima

7,50%

2,95%

Máxima

9,50%

4,95%

As simulações podem ser feitas no site da Caixa, onde o cliente consegue comparar os juros e as condições para obtenção do financiamento. O nível de relacionamento que o cliente tem ou terá com o banco impactará diretamente nas condições sob as quais ocorrerá a contratação.

Medidas do crédito imobiliário

Desde agosto deste ano, além da correção dos financiamentos pela TR, a Caixa também anunciou, de forma pioneira e revolucionando o mercado, a possibilidade de crédito para aquisição de imóveis residenciais com taxas corrigidas pelo IPCA.

Em junho, o banco anunciou a redução de até 1,25 pp nas taxas de juros para operações pelo SBPE, além de alternativas para renegociação de contratos habitacionais para pessoa física. Até o momento, mais de 114 mil clientes já regularizaram suas dívidas, o que corresponde mais de R$ 10,1 bilhões renegociados.

Para os contratos de financiamento habitacional são oferecidas diferentes opções de negociação da dívida, com destaques para:

-·Pagar à vista um valor de entrada e incorporar as parcelas atrasadas nas próximas prestações a vencer até o fim do prazo contratual.

-·Utilização do saldo da conta vinculada do FGTS para reduzir o valor da prestação, conforme regras do Fundo.

-·Alteração da data de vencimento da prestação.

-·O cliente que não se enquadrar nos critérios anteriores pode procurar uma agência da CAIXA para verificar a possibilidade de um acordo.

As condições de renegociação oferecidas dependem da situação do contrato, tais como valor contratado, valor da garantia, cota de financiamento e quantidade de prestações já pagas.

Essa ação é para todo o território nacional e os clientes poderão receber atendimento pelo telefone 0800 726 8068 opção 8, pelo site www.caixa.gov.br/negociar, nas redes sociais da CAIXA no Facebook (facebook.com/caixa) e Twitter (twitter.com/caixa), App Caixa Habitação, Internet Banking Caixa (IBC), além das agências. 

Informações: www.caixa.gov.br