Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
House and loupe on the map of Brazil in colors of australian flag. Search a house for buying or rent concept. Real estate development in Brazil. Cidades - Postada em: 11/02/2019

Com 50 cidades e 16 capitais, Índice FipeZap expande cobertura e representatividade regional

Fipe e Grupo Zap passam a divulgar dados sobre o comportamento dos preços em cidades das 5 regiões brasileiras.

A partir deste mês, o Índice FipeZap será divulgado com cobertura geográfica ampliada e metodologia atualizada. Passam a ser monitoradas agora 50 cidades brasileiras, entre as quais 16 capitais: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (BH), Brasília (DF), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Vitória (ES), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Campo Grande (MS), Maceió (AL), e Manaus (AM). Com essa expansão, o Índice FipeZap passa ter municípios de todas as cinco regiões do país.

Análise do último mês: o Índice FipeZap de Venda Residencial encerrou o mês de janeiro de 2019 com variação de +0,13% na comparação com o mês anterior. O percentual é inferior à inflação esperada para o mês, de +0,38% (IPCA/IBGE), segundo aponta o Boletim Focus do Banco Central do Brasil*. Com isso, o preço médio de venda de imóveis residencial encerraria o mês com queda real (-0,25%). Entre as 16 capitais monitoradas pelo Índice FipeZap, Curitiba apresentou a maior elevação de preço no mês (+1,27%), enquanto Campo Grande registrou a maior queda (-1,53%).

fipezap-201901-residencial-venda-4

Análise dos últimos 12 meses: neste horizonte de análise, o Índice FipeZap acumula ligeiro recuo nominal (-0,06%), resultado que o coloca o preço médio de venda de imóveis residenciais perto da estabilidade no período. Como a inflação acumulada nos últimos 12 meses é de 3,76%, segundo o IPCA (IBGE)*, a variação real do Índice FipeZap no período é de -3,70%, indicando queda do preço médio de imóveis residenciais. Entre as capitais monitoradas, Curitiba novamente se destaca com o maior aumento nominal de preço no período (+4,41%), sendo, inclusive, a única capital a superar a inflação do período. Por outro lado, Maceió apresenta entre as demais capitais a maior queda de preços acumulada nos 12 meses encerrados em janeiro de 2019 (-5,32%).

fipezap-201901-residencial-venda-7

Preço médio de venda residencial: O preço médio do m² em janeiro de 2019 foi de R$ 7.174 entre as 50 cidades monitoradas pelo Índice FipeZap. O município do Rio de Janeiro se manteve como a capital com o preço do m² mais elevado (R$ 9.474/m²), seguida por São Paulo (R$ 8.831/m²) e Brasília (R$ 7.243/m²). Já entre as capitais monitoradas com menor valor médio de venda residencial por m², destacaram-se: Campo Grande (R$ 4.070/m²), Goiânia (R$ 4.214/m²) e Maceió (R$ 4.562/m²). Nota (*): informações do Boletim Focus do Banco Central do Brasil. A variação real efetiva será conhecida apenas após a divulgação do IPCA/IBGE.

www.fipezap.zapimoveis.com.br

Imagem: @istock/Bet_Noire