Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
imovel planta Guia de compra - Postada em: 17/04/2015

Como comprar imóvel na planta com segurança

O boom imobiliário nos últimos anos tem sido marcado por facilidades de crédito e preços mais acessíveis, em muitos casos. Com a recente redução de juros praticada pelos bancos, o setor permanece atrativo para quem deseja adquirir um imóvel na planta.


De acordo com Marco Luz, presidente da Amspa (Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências), a compra de uma residência na planta oferece inúmeras vantagens, como a economia de até 30% no seu valor, em comparação ao mesmo empreendimento pronto.

A modalidade também proporciona menos burocracia para tirar documentação, tempo para planejar a mudança, personalização do imóvel e valorização do bem após seu término.

Porém, antes de assinar o contrato, alguns cuidados prévios são recomendados para evitar possíveis problemas.

Um dos primeiros passos é analisar a renda familiar, como aconselha Luz. Outra dica é checar a idoneidade da construtora e guardar todos os comprovantes do negócio. Especialistas da Amspa citam as seguintes orientações básicas na hora de comprar um imóvel na planta:

  • Faça uma planilha com todos os gastos da família, a fim de verificar as reais condições para arcar com um compromisso de longo prazo, no caso um financiamento imobiliário. Peça uma projeção da primeira à última parcela e um simulado, se for repassado a um banco;
  • Se fechar negócio, opte por uma prestação que não comprometa mais de 30% da renda familiar. É recomendável ter cerca de 50% do valor do imóvel depositado em FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), poupança ou em aplicações;
  • Analise o custo para mobiliar a residência;
  • Realize um levantamento sobre a construtora;
  • Pesquise se o local está valorizado, em processo de valorização ou desvalorizado;
  • Verifique se há linhas de transporte, ônibus, metrô ou trem, hospitais, escolas, comércio,padarias e supermercados próximos;
  • Informe-se sobre o trânsito em horários de pico, pela manhã, à tarde ou à noite;
  • Saiba sobre a metragem do imóvel pretendido;
  • Certifique-se do valor do condomínio.

Contrato

Outro cuidado necessário é na hora de fechar o negócio. Antes de assinar, é aconselhável ler atentamente o contrato de compra e venda e conferir se apresenta todos os itens obrigatórios. Os documentos necessários para a aquisição são:

  • Cópia da carteira de identidade e do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas);
  • Certidão de nascimento e/ou casamento;
  • Comprovante de renda, como contracheque ou declaração de rendimentos do Imposto de Renda;
  • Comprovante de residência;
  • Índice de reajuste e sua periodicidade, que deve ser anual como exige a lei;
  • Local de pagamento;
  • Cópia da escritura e matrícula do imóvel, no Registro de Imóveis da região;
  • Certidão de propriedade com negativa de ônus (débitos, pendências);
  • Valor do sinal antecipado;
  • Indicação da residência, como localização, metragem de área  total e privativa, áreas comum e de garagem;
  • Prazo para início e entrega da obra;
  • Multa por atraso na entrega;
  • Cópia da certidão do cartório de registro de imóveis que comprova a regularidade e legalidade do empreendimento,
    entre outras condições prometidas pelo vendedor.

 

Informações: www.amspa.com.br