Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
Real estate or property investment. Home mortgage loan rate. Saving money for retirement concept. Coin stack on international banknotes with house model on table. Business growth background Mercado - Postada em: 25/03/2020

Como fica o setor da construção civil diante do Coronavírus

Com a pandemia de Covid-19, todos os setores da economia estão tentando se adequar ao novo cenário. No caso do setor imobiliário, as Construtoras estão adotando diversas medidas contra a disseminação da doença. É o caso da Kallas, que há mais de 30 anos atua no ramo de construção e incorporação – todos os funcionários Kallas, empreiteiros e prestadores de serviços estão sendo orientados a cumprir uma série de protocolos.

Para acompanhamento e controle dos riscos de contaminação, por exemplo, todo canteiro de obras da empresa possui medidor de temperatura a laser, fornecimento de sabonete líquido e papel toalha em todos os lavatórios. Já o RH da Construtora está fornecendo cartazes com orientações de prevenção, que estão sendo fixados nas entradas, refeitórios e vestiários das obras.

Além disso, a Construtora está promovendo a realização de palestras com profissionais da área da saúde que darão todos os esclarecimentos relativos à contaminação e formas de prevenção. A rotina de trabalho também foi alterada a fim de evitar aglomerações: estão sendo adotados mais turnos nos vestiários e refeitórios.
Segundo o presidente da construtora, Emílio Ribas,

até o momento, o governo brasileiro ainda não determinou medidas mais extremas como o isolamento obrigatório da população em suas residências, tal qual já acontece em países como Itália e Espanha, por exemplo. Assim, a livre circulação está permitida, não obstante haja recomendações de higienização frequente e de que se evitem aglomerações. Neste contexto, quanto às empresas de seguimento cujas principais atividades são incompatíveis com o modelo home office, as atividades podem continuar, com a convocação dos funcionários ao serviço, ainda que implique em deslocamentos de suas residências. Todavia, algumas medidas são recomendadas pelos órgãos de saúde nestes casos, com o fito de evitar a propagação do vírus, a exemplo das abaixo elencadas:

Manter distância mínima de um metro entre funcionários; Dar preferência a reuniões que sejam feitas por aplicativos de videoconferência, a exemplo de zoom, Skype, hangouts; Manter ventilação e janelas abertas em locais de concentração de pessoas, evitando o uso de ar condicionados; Reforçar a higienização com desinfetantes regularmente: maçanetas, botões, máquinas de café, superfícies de trabalho e objetos como telefones, teclados; Cancelar a biometria ou instalar álcool em gel ao lado do equipamento; Flexibilizar as escalas para evitar que funcionários usem transporte público em horários de pico; Limitar até dez pessoas por sala; Evitar contato em reuniões (cumprimentos como abraços, apertos de mão e beijos); Promover rodízios nos horários de almoço; Afixar cartazes e enviar e-mails que incentivem os funcionários a higienizarem as mãos; Disponibilizar sabão e álcool em gel; Disponibilizar máscaras e lenços de papel para funcionários que começam com tosse ou coriza no ambiente de trabalho e; Enviar imediatamente para casa funcionários que apresentarem sintomas do Covid-19 (novo coronavírus).

Por outro lado, se houver eventual futura determinação de isolamento compulsório da população por parte do governo, neste caso, por óbvio, as empresas deverão se abster de convocar seus funcionários quando isso implicar necessário deslocamento destes.

A melhor forma de combater a doença é divulgar informações de maneira democrática, clara e precisa. Desta forma, foram adotadas as seguintes medidas nos canteiros de obra : -Afixação de cartazes com informações sobre o vírus e a doença , e promoção de palestras para esclarecimento dos colaboradores ; -Medição de temperatura de todos os funcionários, antes do ingresso no canteiro; -Veto ao ingresso no canteiro para os que apresentarem febre, ou sintomas de gripe ou resfriado, esclarecendo a sintomatologia; -Orientações e cuidados redobrados com as questões relativas à manutenção da higiene dos trabalhadores; -Disponibilização de itens de higiene, como álcool gel e sabonete líquido, nas dependências do canteiro de obras; -Divisão das equipes em turnos de trabalho, para evitar grande número de pessoas se deslocando para o trabalho e aglomerações; -Afastamento de funcionários com idade superior a 60 anos; -Manutenção rigorosa da limpeza e desinfecção do canteiro, especialmente refeitórios e banheiros;

Texto por Agência com edição

Imagem Destacada via iStock por Zephyr18