Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
11032018_credito_danielzimmermann_95 Roteiro - Postada em: 11/02/2019

De pão ucraniano a árvore de casquinhas de ovos: a diversidade de celebrar a Páscoa no Brasil

Para muitos, a Páscoa é sinônimo chocolates e guloseimas. No entanto, em alguns locais do país, as tradições vão além disso. No Paraná, por exemplo, imigrantes e descendentes ucranianos fazem a paska, um pão caseiro que deve receber uma benção na primeira missa do domingo. Já em São Paulo, a tradição da malhação de Judas, que consiste em bater num boneco forrado de serragem pelas ruas e depois atear fogo a ele, é realizada desde 1937. E em Pomerode, Santa Catarina, são os costumes pascais germânicos que se ressaltam no período.
09032018_credito_danielzimmermann_173
Na cidade, de 21 de março a 21 de abril, acontece a 11ª Osterfest. A festa conquistou em 2017 o título de maior Osterbaum do mundo: uma árvore com mais de 82 mil casquinhas montada por 20 pessoas que consta no Guinness World Records. Para 2019, a organização quer conquistar o título de maior ovo de Páscoa do globo – com uma estrutura de 15 metros de altura e 9 metros de diâmetro. O recorde atual pertence à cidade de Alcochete, em Portugal, com um ovo de 14,79 metros de altura e 8,40 metros de diâmetro pintado em 2008.
11032018_credito_danielzimmermann_62
11032018_credito_danielzimmermann_19
No entorno da árvore e do ovo gigante, uma programação cultural traz vivências da infância de antigamente para os visitantes: pintura de casquinhas de ovos e de biscoitos, mostra de artesanato temático, contação de histórias, chocolates premiados internacionalmente e competições como corrida de saco divertem as crianças. Mais de 100 mil pessoas visitaram o evento em 2018.
Fotos: Daniel Zimmermann