Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
Decoração - Postada em: 04/04/2018

Fechamento de varandas agora com mais segurança e conforto

Inovações aprimoram o sistema envidraçado que permite total abertura do vão

 

São indiscutíveis as vantagens de se realizar o fechamento de varandas com vidros. Maior aproveitamento do espaço, melhor controle da temperatura, maior bloqueio dos ruídos externos, segurança contra quedas de crianças e animais de estimação, proteção de móveis e tapetes são algumas delas. E agora essa opção para quem mora em apartamentos ou sobrados se torna ainda melhor com a chegada de duas inovações a esse produto: sistema sem roldanas, rodízios ou rolamentos e utilização de vidros laminados

O que é fechamento de varanda?

Até pouco mais de uma década atrás as varandas eram somente uma extensão dos apartamentos ou sobrados para que os moradores pudessem sair e observar por pouco tempo a paisagem, tomar um pouco de sol ou cultivar algumas plantas. Era praticamente um recurso para evitar o sentimento claustrofóbico. A ampliação da utilização desse espaço surgiu quando chegou ao Brasil o envidraçamento que permite a abertura total do vão, há pouco mais de dez anos.

Por esse sistema as folhas de vidro, com o mínimo de perfis de alumínio, podem ser recolhidas em um canto da varanda ou sacada. Ele é denominado de formas diferentes por todo o país: envidraçamento de sacadas; cortina de vidro e fechamento de varandas são alguns dos nomes utilizados.

Tal sistema permitiu que aquele espaço, que era pouco utilizado, pudesse ser integrado ao apartamento ou sobrado. O fechamento com vidros promove o aproveitamento do espaço de forma mais intensiva sem interferir na fachada dos edifícios.

O sistema de envidraçamento que permite a abertura total manteve a utilidade da varanda ou sacada de ser um local para se aproveitar a luz do sol e se observar a paisagem, mas passou a oferecer os seguintes benefícios adicionais aos moradores de apartamentos:

– Bloqueio da entrada de poeira;

– Bloqueio do excesso de ruídos;

– Bloqueio parcial da água da chuva;

– Bloqueio do excesso de vento, frio ou de calor;

– Barreira contra invasões para roubos nos andares inferiores;

– Barreira contra quedas de pessoas, objetos ou animais.

Explosão de consumo

Com todas as vantagens oferecidas não foi de se estranhar que em pouco mais de uma década milhões de apartamentos e sobrados em todo o Brasil optassem por esse sistema. Alguns passaram, inclusive, a aproveitar o espaço como extensão da sala, aplicando até mesmo poltronas e tapetes no local, ou como área para instalação de mesas e churrasqueiras para desfrutar do espaço com amigos e parentes.

Evolução para laminados e/ou sem roldanas

Duas inovações recentes ampliaram os benefícios do fechamento de varandas e devem ser observados tanto por quem já instalou o produto como por quem está pensando em fazê-lo.

O primeiro deles é o envidraçamento com vidros laminados. Diferentemente do vidro temperado, que é o mais utilizado para esse tipo de aplicação, o vidro laminado oferece proteção contra os raios ultra-violeta (UV) e maior bloqueio acústico.

Os raios UV são nocivos à saúde de provocam o desbotamento de pisos, tapetes e tecidos de sofás. Já o melhor bloqueio acústico acontece porque o laminado possui duas camadas de vidro intercaladas por um material plástico ou acrílico. Essa variedade de materiais bloqueia melhor as ondas sonoras.

Uma terceira vantagem na utilização do vidro laminado está na questão da segurança, tanto para os usuários do apartamento quanto para os transeuntes. Em caso de quebra por qualquer motivo o vidro permanece preso, evitando sua queda e retendo pessoas ou objetos internos lançados contra ele.

A segunda inovação para o produto é o lançamento, pela empresa paulistana Cristal System, da versão Premium, que funciona sem roldanas, rodízios ou rolamentos. Por esse sistema cada lâmina composta por vidro e perfil de alumínio fica totalmente apoiado em sua base e desliza em um perfil de polímero de alta densidade. Com essa inovação o sistema passa a ser utilizado por vários anos sem necessitar de reparos e sem sofrer desgaste de componentes internos. O diretor da Cristal System, André Panontin explica da seguinte forma: Esse benefício é fácil de se entender quando se fica sabendo que, no sistema tradicional, cada lâmina de vidro funciona pendurada todo o tempo em duas roldanas, sendo que em sua base funcionam apenas as guias para conduzir as lâminas. Trata-se portanto de esforço constante e ininterrupto que certamente exigirá manutenção periódica.”

Além de praticamente eliminar a necessidade de manutenção o sistema é mais robusto e estável. “Na abertura das lâminas, logo após a instalação os clientes já podem sentir a estabilidade do sistema aliada à facilidade de manuseio, porque utilizamos materiais com espessura adequada e de maior desempenho tecnológico”, explica André Panontin.

Migração facilitada

Uma novidade para quem pensa em migrar do sistema atual de envidraçamento de fachadas para o sistema sem roldanas é oferecida pela Cristal System. A empresa faz a substituição do sistema anterior para o atual com o aproveitamento dos vidros originais. Caso o proprietário queira substituir também os vidros temperados convencionais pelos vidros laminados é possível se fazer essa mudança facilmente se o proprietário tiver ainda em mãos as medições finais do vão. Caso contrário a Cristal System indica um representante para tirar novamente as medidas.

 

Informações: http://cristalsystem.com.br