Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
mercado precos financiamentos Offices - Postada em: 12/07/2019

Fundos imobiliários crescem 27% em maio

Em todo o país, títulos movimentaram mais de R$ 102 bilhões

 

Considerado uma alternativa atrativa à renda fixa e uma garantia de remuneração mensal ao investidor, os fundos de investimento imobiliários (FIIs) continuam atrativos no mercado financeiro do país. Com as taxas de juros em baixa recorde, pessoas físicas estão investindo mais nesse tipo de título.

Em maio, o patrimônio dos fundos imobiliários superou a marca de R$ 102 bilhões, alta de 27% sobre o mesmo período de 2018. Os dados são da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Os FIIs já representam 59% do setor de fundos de capital aberto, conforme números da bolsa B3.

Todavia, esses títulos representam apenas 2% da indústria de fundos, que chega a R$ 5 trilhões. A Anbima (Associação Brasileira das Entidades do Mercado Financeiro e de Capitais) destaca que, desde 2016, o setor de fundos em geral registrou entradas líquidas acumuladas de mais de R$ 600 bilhões até junho desse ano.

No quinto mês do ano, os investidores em fundos imobiliários totalizaram 341.886, mais que o dobro de um ano antes. Nesse ano, já foram negociados R$ 7 bilhões em quotas de FII na B3, além de 17 fundos que estão em oferta.

Os fundos são isentos da taxa de imposto de renda no valor do rendimento. O FII é um aporte em imóveis e o investidor tem uma cota correspondente ao montante aplicado, que rende um valor mensal.

 

Informações: www.b3.com.br