Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
decoracao madeira Decoração - Postada em: 10/08/2018

Madeira: protagonista do Decor

Oslo Design utiliza a matéria-prima como base dos seus mobiliários

 

A Oslo Design, loja de móveis e decoração de Curitiba, prioriza a madeira em suas criações e representações. O intuito, além da versatilidade do material, garante que os objetivos durem mais e sejam ambientalmente sustentáveis, inclusive, para fomentar o consumo consciente. É nesse contexto que a Oslo trabalha e funciona.

De acordo com a arquiteta e idealizadora da Oslo Design, Claudia Guimarães Costa, existem itens de decoração que são versáteis para a composição dos ambientes, e ainda funcionais, duráveis e belos. “A madeira, muitas vezes proporciona esses benefícios, além de favorecer o aconchego”, explica a especialista.

A marca procura produzir e representar móveis e peças com madeiras nobres certificadas e brasileiras, entre elas o Freijó, que é fácil de trabalhar, manusear, aplicar e possui uma tonalidade interessante, mas também outras variedades, tais como a Imbuia, Tauari, Jequitibá e Sucupira.

As vantagens da madeira como matéria-prima no decor são durabilidade, versatilidade, resistência e  reaproveitamento. Claudia explica ainda que é possível mudar a aplicabilidade do objeto para dar um novo sentido a ele. “Dessa forma, cria-se uma reutilização desse artigo, evitando o descarte”, cita.

Os objetos criados pela Oslo Design tendem a ter essa flexibilidade e multifuncionalidade. Entre eles, os bancos, aparadores, mesas pequenas, bases e mesas laterais que, além de fáceis de compor, são elementos que duram e não precisam ser substituídos prontamente. Ao contrário, podem permanecer por décadas numa família.

Entretanto, Claudia também afirma que procura ter na loja peças que narrem uma história, possuam uma funcionalidade, mesmo que seja apenas ser belo. Contudo, para ela, as peças devem fazer sentido ao seu dono, devem representar um momento, um gosto, sua personalidade, e não apenas adquiridos por estar na moda ou para ficar acumulado. “Nossa ideia é possuir apenas aquilo que basta. Todavia, o que basta não é ser pouco ou insuficiente. É o equilíbrio”, finaliza.

 

Informações: www.oslodesign.com.br