Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
mercado escritorios Chacara Santo Antonio Wikipedia Offices - Postada em: 06/07/2017

Newmark crê em retomada do setor de escritórios na Chácara Sto. Antonio

Operação Urbana Água Espraiada, proximidade a bairros residenciais e oferta de amplos terrenos levarão de volta investimentos a uma área que já foi considerada promissora nos anos de 1990

 

A unidade brasileira da consultoria imobiliária anglo-americana Newmark Knight Frank detém estudos que apontam boas perspectivas para a retomada de investimentos no mercado de imóveis comerciais de alto padrão no bairro Chácara Santo Antonio. Atrativa a partir da segunda metade dos anos de 1990, até o início da década de 2000, a região assistiu à estagnação no desenvolvimento de empreendimentos comerciais logo após abrigar projetos icônicos daquela época, incluindo Birmann 11 e Birmann 12.

“Depois desses projetos, a região não mais recebeu infraestrutura de suporte necessária à expansão do portfólio de empreendimentos comerciais”, salienta Roberto Aliberti, diretor da Newmark Brasil. “Os atrativos da Chácara Santo Antonio ao desenvolvimento desses edifícios praticamente desapareceram quando a construtora que mais investia naquela área passou por dificuldades”, acrescenta o executivo.

Nos dias de hoje, entretanto, segundo a Newmark, os avanços obtidos com a implantação da Operação Urbana Água Espraiada tendem a influenciar reaproximação entre investidores imobiliários e a Chácara Santo Antonio. “Já houve a melhora no trânsito de veículos e a revitalização da região, fatores que deram origem a projetos residenciais e comerciais importantes no entorno do bairro, como os empreendimentos Parque da Cidade, WTorre Morumbi, Morumbi Corporate e EZ Towers”, assinala o diretor da Newmark Brasil.

Também justificam a análise favorável da consultoria em relação ao futuro imobiliário da Chácara Santo Antonio a proximidade desta a bairros residenciais consolidados “e a disponibilidade de amplos terrenos para incorporação, dentro do próprio bairro”, diz o executivo.

Aliberti destaca ainda que as intervenções em curso na região contemplarão a expansão da Linha 5-Lilás do Metrô, a construção da Linha 17-Ouro de monotrilho, a implantação de um corredor de tráfego, com oito faixas, em paralelo à Marginal Pinheiros; o prolongamento da avenida Chucri Zaidan até a ponte João Dias, além das pontes ‘Laguna’ e ‘Itapaiuna’ já executadas que ligam o bairro à região do Panamby. Atualmente, a Chácara Santo Antonio é atendida pelos trens da CPTM – a estação mais próxima fica na rua Alexandre Dumas, na altura do hipermercado Carrefour.

Ainda segundo Aliberti, a conclusão das obras da Operação Água Espraiada irá facilitar o acesso e interligação da Chácara Santo Antonio a diversos locais importantes da cidade, como o Aeroporto de Congonhas, à Vila Olímpia e à avenida Brigadeiro Faria Lima, entre outros.

“O resultado da intervenção urbana será o ressurgimento da região para o setor imobiliário, e o renascimento da vocação do bairro para abrigar imóveis comerciais de alto padrão”, aposta Aliberti. O executivo vai além: para ele, ao longo da próxima década a região da Chácara Santo Antonio deverá se converter no eixo de crescimento mais importante da zona sul da capital, a ponto de atrair investimentos até mesmo às regiões vizinhas de Interlagos e Socorro.

 

Informações: www.newmarkgrubb.com.br

Foto: Wikipedia