Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
Foto: Divulgação Financiamento - Postada em: 16/10/2020

Nova modalidade de empréstimo permite utilizar imóvel alienado a outra instituição financeira

Nova modalidade de empréstimo permite utilizar imóvel  alienado a outra instituição financeira como garantia e refinanciamento

Método conhecido como Interveniente Quitante oferece aos clientes o benefício de trocar o banco de um financiamento ativo por outro com melhores condições, além de possibilitar a utilização de um imóvel como garantia de crédito

Os financiamentos imobiliários são uma alternativa para as pessoas que desejam comprar uma casa e não possuem um valor alto em mãos. Por possibilitar o parcelamento de uma dívida em parcelas diluídas em anos, esta opção é uma das mais procuradas no Brasil.

Mesmo em um ano atípico de pandemia, os financiamentos não foram afetados. Pelo contrário, tiveram uma alta. De acordo com um levantamento realizado pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), o volume de financiamentos realizados aumentou 29% no primeiro semestre do ano.

Porém, como qualquer outro financiamento, o de imóvel não está imune às taxas de juros e encargos totais ao final da quitação da dívida total. E para sanar isso, existem opções no mercado que oferecem condições de troca de instituição financeira, portabilidade, entre outras. Mas uma delas, pouco conhecida até então, é o Interveniente Quitante, que possibilita a chance de refinanciar um imóvel trocando a instituição financeira ou utilizando o bem como garantia de crédito para compra do segundo.

Para beneficiar os clientes, a CrediHome, plataforma digital de crédito imobiliário, oferece a modalidade entre seus serviços. Por meio deste produto oferecido pela fintech, o cliente consegue optar por um banco que ofereça melhores condições de pagamento e menores taxas de juros em um financiamento ativo.

Por exemplo, se o morador tem um financiamento ativo atrelado à uma instituição “x” e ele já quitou uma parte das prestações e acaba descobrindo outra instituição financeira que tem taxas menores, ele pode optar pelo Interveniente Quitante, já que por lei um imóvel não pode estar alienado em dois bancos ao mesmo tempo. Mas neste caso, diferente de uma transferência, o novo banco quita as parcelas restantes ao banco antigo e assim o proprietário do imóvel realiza um novo financiamento pelo outro banco.

Outro caso em que é possível utilizar o Interveniente Quitante é quando uma pessoa deseja comprar o imóvel de outra que ainda não foi quitado. Nesta situação, o banco realiza uma avaliação de crédito em que o imóvel é utilizado como garantia de pagamento e é financiado para o novo comprador que assume o parcelamento do proprietário anterior.

De acordo com o CEO da CrediHome, Bruno Gama, o Interveniente Quitante é mais uma opção disponível no mercado que facilita a compra da casa própria, além de permitir mais eficiência no processo.

“O Interveniente Quitante é um ótimo caminho para quem deseja financiar um imóvel ou vender o seu que ainda não foi quitado. A modalidade garante mais agilidade no processo como um todo, já que boa parte dos compradores não conseguem comprar um imóvel à vista”, explica Gama.

Sobre a CrediHome

A CrediHome é uma plataforma digital de crédito imobiliário que conecta o cliente interessado no financiamento imobiliário ou home equity a todos os bancos de maneira gratuita, online, prática e sem burocracia, provendo ainda uma assessoria completa desde a aprovação do crédito até a liberação do recurso.