Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
Mercado - Postada em: 16/09/2021

Porte realiza a entrega do Figueira Altos do Tatuapé, o edifício residencial mais alto de SP

Localizado na região Leste da capital paulista, o empreendimento tem 168 metros de altura e 50 pavimentos; Um dos atrativos é a vista 270° skyline da cidade

 

A Porte Engenharia e Urbanismo, reconhecida por liderar o desenvolvimento humano por meio da transformação urbana na região Leste de São Paulo, realizará a entrega do empreendimento Figueira Altos do Tatuapé, considerado o edifício residencial mais alto da cidade, com 168 metros de altura e 50 pavimentos. A árvore, que nomeia o projeto, é a grande protagonista e teve seu espaço preservado em harmonia com as áreas abertas de convivência. Um dos diferenciais do empreendimento é a valorização do principal atrativo do edifício: a vista de 270° do skyline de São Paulo.

“A entrega desse empreendimento é motivo de muita alegria e satisfação. Vale ressaltar que a intenção nunca foi construir o prédio mais alto da cidade, mas sim trazer um projeto que pudesse liberar o embasamento e trabalhar uma implantação mais agradável ao entorno, trazendo um melhor conforto na caminhabilidade, com calçadas mais largas e tirando aquela sensação de um paredão de prédios bem ao lado desse caminho”, conta Igor Melro, diretor comercial da Porte Engenharia e Urbanismo.

“Além disso, a proposta de manter a Figueira, uma árvore de décadas e que poderia ter sido retirada pela legislação, foi uma decisão exigida desde o início dos estudos de viabilidade, se fortaleceu, e se mostrou verdadeiro ao longo de toda obra, com gastos direcionados na proteção e manutenção da árvore para que ela fosse preservada e aproveitada no terreno”, acrescenta.

Diferenciais do residencial

O Figueira Altos do Tatuapé está entre os projetos mais modernos de São Paulo em termos de materiais utilizados na construção e integração com o ambiente, a começar pela árvore que nomeia o empreendimento. A preocupação com a sustentabilidade permeia este edifício, com o aproveitamento da iluminação natural proporcionada pela localização privilegiada, numa região sem nenhum grande obstáculo topográfico, e também aquecimento de água com apoio solar para atender até 40% de toda demanda anual do condomínio. A construção agrega um alargamento da calçada, com uma área muito maior para o pedestre caminhar, além de áreas permeáveis de paisagismo.

Entre os diferenciais do residencial estão a responsabilidade ambiental e o projeto paisagístico com espécies nativas da região, fator que implica em menor necessidade de manutenção e ajuda a preservar o ambiente original. “O empreendimento contará com sistema de irrigação automatizado interligado ao sistema de aproveitamento de água da chuva, visando economia e sendo utilizado na irrigação e limpeza das áreas comuns também. Todas as unidades contam com tratamento acústico nas lajes, esquadrias e tubulações, garantindo maior conforto aos proprietários”, completa Igor.

Alta qualidade de produtos

As unidades contam com amplas janelas com venezianas automatizadas comandadas por aplicativo, ar condicionado instalado com sistema VRF (ecologicamente correto e mais econômico) e comando por aplicativo e controle remoto, fechaduras eletromecânicas com controle de acesso (entradas social e serviço) por senha ou chave convencional e sistema de automação residencial instalado nas áreas sociais e suíte principal comandado por aplicativo, além de internet, cabeamento estruturado com rede wi-fi instalada, entre outras facilidades.

“Todas as unidades já são entregues com piso porcelanato instalado, forro de gesso, piso tacão de madeira nos quartos e aspiração central. Para proporcionar maior integração dos ambientes, o piso do terraço é nivelado com o das salas de estar e de jantar”, destaca Igor Melro. Localizado na Rua Itapeti, 141, na região Leste da capital paulista, o prédio está em uma das áreas mais centrais do bairro do Tatuapé.

 

Informações: https://porte.com.br/empreendimento/figueira e http://porte.com.br