Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
Aerial view of Rio de Janeiro Cidades - Postada em: 18/10/2018

Preço do metro quadrado no Rio de Janeiro deixa de cair pela primeira vez, desde janeiro de 2017

Rentabilidade dos imóveis cariocas permanece estável em 4%, aponta estudo do Imovelweb.

O ciclo de quedas dos preços dos imóveis para venda na capital carioca parece ter chegado ao fim. Em setembro de 2018, o valor médio do metro quadrado na região se manteve em R$ 5.951,00/m², aponta o INDEX RJ, levantamento mensal elaborado pelo Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do Brasil.

 Nos últimos 12 meses, a queda acumulada no valor do metro quadrado na cidade foi de 2,5%. Porém, a desvalorização real foi superior a 6% anual, considerando a inflação. A zona Sul continua se destacando pelos preços mais elevados da capital fluminense, R$ 13.412,00/m², porém em tendência de queda, 0,1% no mês e 3% anual. A zona Oeste assinalou os preços mais econômicos. O valor médio do metro quadrado na região ficou em R$ 3.442,00, com valorização de 0,4% no último mês e 0,8% no ano.

 Confira o ranking dos bairros mais caros e mais baratos para venda na cidade:

 

Mais caros (metro quadrado)

Leblon

R$ 21.456,00

Ipanema

R$ 19.877,00

Lagoa

R$ 16.339,00

Mais baratos (metro quadrado)

Honório Gurgel

R$ 3.064,00

Santa Cruz

R$ 2.832,00

Pavuna

R$ 2.192,00

 Já o preço médio do aluguel no Rio de Janeiro continua em queda, porém, em menor escala. O arrendamento de um apartamento padrão, de 65 m², dois dormitórios e uma vaga de garagem, ficou em R$ 1.485,00 mensais, acumulando uma queda anual de 3,8% e 6% nos últimos 12 meses.

 Em setembro de 2018, as regiões cujos preços para locação apresentaram maior redução foram Lagoa, Maracanã e Catete, com desvalorização de 11,4%, 12,4% e 14,1%, respectivamente. Entre os bairros mais tradicionais e badalados da metrópole, apenas a Barra da Tijuca apresentou alta nos preços dos aluguéis, 0,8% no mês e 0,4% anual.

 Confira agora quais são os bairros mais caros e mais baratos para locação no Rio de Janeiro:

 

Mais caros (preço mensal)

Leblon

R$ 3.694,00

Ipanema

R$ 3.502,00

Botafogo

R$ 2.690,00

Mais baratos (preço mensal)

Madureira

R$ 957,00

Campo Grande

R$ 942,00

Praça Seca

R$ 850,00

Com a retomada da economia, a rentabilidade dos imóveis do Rio de Janeiro continuou estável no período, em torno de 4% ao ano, o que significa que são necessários 25 anos de aluguel para recuperar o gasto com a compra do imóvel.

 A seguir, veja o ranking dos bairros mais e menos atrativos para investir na capital carioca:

 

Mais rentáveis

%

Curicica

5,4%

Vargem Pequena

5,1%

Madureira

4,9%

Menos rentáveis

%

Ipanema /Jardim Botânico

3,3%

Leblon

3,2%

Lagoa / Gávea

3%

“Acredito que os preços para venda no Rio de Janeiro já atingiram patamares bem competitivos. Com a rentabilidade estável, este é um bom momento, portanto, para quem deseja investir no mercado imobiliário carioca ou realizar um upgrade em seu estilo de moradia. As perspectivas são bastante promissoras também para quem precisa locar, os preços ainda permanecem em tendência de leve queda”, comenta o CEO do Imovelweb, Leonardo Paz.

www.imovelweb.com.br

foto:  ©iStock.com /dislentev