Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
unnamed (19) Decoração - Postada em: 03/04/2020

Roca Brasil Cerámica premia profissionais e recém-formados em arquitetura e urbanismo

Os eventos de premiação valorizam o talento nacional e marcam a essência da empresa.

Março foi um mês de premiações para a Roca Brasil Cerámica, que detém as marcas Roca Cerámica e Incepa. Referência quando se fala em revestimentos cerâmicos e porcelanatos, a empresa acredita nos talentos nacionais e busca fomentar, com suas ações, a valorização do design brasileiro.

Dentre as premiações, a Roca Brasil Cerámica promoveu, pela segunda vez, a iniciativa Trama, em que profissionais foram desafiados a criar um padrão de desenho que pudesse se tornar um revestimento da marca, compondo um painel. Com o tema ‘Cores do Brasil’, o Trama buscou homenagear a exuberância nacional, com todas as suas cores, texturas e materiais.  “Por meio de uma criação coletiva, buscamos com o Trama trazer a visão do profissional e cliente para nossas peças”, aponta Christie Schulka, marketing manager da Roca Brasil Cerámica.

Foram mais de 25 desenhos enviados, dos quais cinco foram vencedores. São traços dos profissionais Márcia Batisteli de Mello (Batistelli Arquitetura e Design), Marcos Vaz de Lima (Filomena e Vaz), Juliana Sabbatini (Sabbatini Interiores), Pedro Amin Tavares (Arquea Arquitetos) e Renata Zapellini.

Jantar de premiação do Opera Prima. Da esquerda para a direita: Pedro Augusto Dal Molin, Débora Boniatti, Daniella Gomes da Silva, Thaís de Freitas, Bárbara Graeff, Miguel Angel Palácios Carrasco. Crédito: Otavio Sousa

A Roca Brasil Cerámica também incentiva estudantes e recém formados em arquitetura e urbanismo, por meio do concurso Opera Prima. Com premiação realizada durante jantar festivo, a 29ª edição contou com mais de 500 projetos inscritos e cinco vencedores. Na ocasião, a Roca Brasil Cerámica também entregou um troféu especial para Débora Boniatti, vencedora do Prêmio Roca Cerámica. Em seu projeto Clube da Cidade, ela resgata um edifício histórico abandonado, em Porto Alegre, por meio de novos usos, ampliando a opção de lazer da orla do Guaíba.

“A experiência foi inesquecível – tanto para meu início de carreira profissional, quanto para o fechamento de ciclo acadêmico. É um sonho concretizado, que traz reconhecimento e segurança de que estou fazendo um trabalho com dedicação e maturidade. Me sinto honrada, feliz em representar minha cidade, como aluna de universidade pública e mulher”, comemora Débora. Seu projeto chamou a atenção do júri pelo rigor geométrico e a forma de integração do espaço com a paisagem.

“Nos impressionamos com a qualidade e visão de futuro dessa jovem profissional”, aponta Christie.

Projeto Clube da Cidade, de Débora Boniatti, vencedor do prêmio Roca Cerámica no concurso Opera Prima

www.rocaceramica.com.br

Foto destacada: No projeto Trama, desenhos de profissionais se tornaram revestimentos e as peças foram expostas em evento.