Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
Coletivo Aqua Alta Roteiro - Postada em: 07/08/2017

SP terá mostra sobre arquitetura e cultura do Paraguai

Profissionais brasileiros, argentinos e paraguaios realizarão workshop até o dia 10 de agosto para preparar evento

 

Arquitetos brasileiros, argentinos e paraguaios reúnem-se nesta semana, de 7 a 10 de agosto, em Assunção (Paraguai), para um workshop de estudos sobre cultura, arquitetura, soluções urbanas e desafios sociais presentes na sociedade paraguaia. Organizado pela Goma Oficina, de São Paulo, e pelo Colectivo Aqua Alta, de Assunção, o workshop é uma atividade preparatória para a mostra ArqPy – Arquitetura Contemporânea no Paraguai, que será realizada em São Paulo, a partir de novembro próximo.

“A cultura do Paraguai é pouco conhecida pelos brasileiros, o que gera uma série de visões preconceituosas sobre o país vizinho. A atividade busca um ‘mergulho’ na cultura paraguaia para a preparação da mostra sobre arquitetura e cultura que faremos a partir de novembro na sede do Unibes Cultural, em São Paulo”, explica o arquiteto e fotógrafo Lauro Rocha, da Goma Oficina.

O workshop tem a participação de professores-palestrantes da Universidade Nacional de Assunção e da Universidade Católica, além de estudantes de arquitetura e de jovens arquitetos da Argentina. Juntos, eles pretendem realizar expedições urbanas pela capital paraguaia para mapear seu território urbano e estudar a arquitetura contemporânea do país, hoje reconhecida internacionalmente. Solano Benitez, Javier Corvallan, José Cubilla, Luis Alberto Elgue e suas ousadas construções de tijolos tornaram-se referências presentes em exposições e publicações internacionais.

Serão quatro dias de trabalho coletivo para entender melhor como nasceu essa forma de projetar e construir que está seduzindo olhares de pessoas no mundo inteiro. “Arquitetura não é uma atividade isolada, ela nasce de um caldo cultural que envolve a história, idiomas, economia, música e até a gastronomia do lugar. Nossa ideia é entender essa cultura para produzir a exposição em São Paulo”, explicam os arquitetos da Goma Oficina.

 

Informações: http://gomaoficina.com e www.aquaalta.org