Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
vendas pendentes USA00 Giro pelo mundo - Postada em: 31/08/2021

Vendas pendentes de imóveis recuam 1,8% em julho nos EUA

No período, indicador chegou a 110,7 pontos, segundo associação americana dos corretores

 

O número de contratos em andamento para compra de residências nos Estados Unidos, as chamadas “vendas pendentes”, apuraram em julho um recuo de 1,8% ante o mês anterior. O PHSI (sigla em inglês para Índice de Vendas Domiciliares Pendentes) chegou a uma leitura de 110,7.

Os dados são da Associação Nacional dos Corretores de Imóveis dos EUA (NAR, na sigla em inglês), maior entidade comercial daquele país e que representa mais de 1,4 milhão de membros envolvidos em todos os aspectos do mercado imobiliário local.

O resultado frustrou especialistas locais, que estimavam que as comercializações pendentes avançassem 0,5%. Os contratos imobiliários pendentes são vistos como um indicador prospectivo da saúde do mercado imobiliário, já que se tornam vendas concretizadas após um ou dois meses.

Na comparação com julho de 2020, a retração foi mais acentuada, com queda de 8,5%. O economista-chefe da associação, Lawrence Yun, ressalta que os estoques de imóveis estão crescendo, porém de forma lenta.

 

Informações: www.nar.realtor