Acesse as melhores dicas
e informações do mercado
mercado zona oeste Perdizes Mercado - Postada em: 14/06/2018

Zona Oeste foi o destaque do mercado de SP em abril

Bairros da região lideraram em vendas, lançamentos e ofertas de unidades disponíveis

 

No quarto mês do ano, a zona oeste da capital paulista foi o destaque absoluto do setor imobiliário da cidade. Os bairros dessa parte da cidade concentraram os maiores volumes de vendas, lançamentos e até de ofertas de unidades disponíveis para compra. É o que aponta a nova edição da Pesquisa do Mercado Imobiliário, realizada pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação).

A zona oeste reportou em abril 537 apartamentos novos comercializados em abril, o equivalente a 29,8% do total na metrópole. Já os lançamentos na região alcançaram 617 residenciais, uma participação de 52,2% das novas ofertas. Já as novas unidades disponíveis para venda encerraram o quarto mês nos bairros dessa área com 4.780 espaços, fatia de 26,1%.

Demais zonas

Segundo o balanço, a zona leste foi a segunda que mais concentrou vendas de imóveis novos em abril, com 375 unidades transacionadas, 20,8% do total. Em seguida, figuraram as zonas norte (367 apartamentos e participação de 20,4%), sul (294 residenciais e fatia de 16,3%) e central (229 espaços e 12,7%).

Os bairros da zona leste também ficaram no segundo posto nos lançamentos, com 380 residenciais (32,2% do total), seguidos pelas zonas sul (112 apartamentos e participação de 9,5%) e norte (72 unidades e 6,1%). Não houve lançamentos no Centro de São Paulo em abril.

Em relação á oferta, a zona sul teve o segundo maior índice, com 4.137 apartamentos no encerramento de abril (22,6% de participação). Depois, figuraram os bairros das zonas leste (3.312 imóveis e 18,1%), central (3.225 unidades e 17,6%) e norte (2.859 espaços e 15,6%).

A pesquisa considera como oferta as unidades na planta, em construção e prontas lançadas nos últimos 36 até abril.

 

Informações: www.secovi.com.br

 

Texto por Luciano Emiliano